abril 03, 2016

' dando nome aos bois' ...como diz o ditado

Oi pessoal , hoje vim ao blogue reproduzir uma matéria que esta na revista Apdesp Informa que, é uma revista direcionada a classe dos TPDs , que eu sei, quase ninguém conhece.
Aqui mesmo no blogue eu já falei muito sobre o assunto odontologia e prótese , haja visto aquele " sucesso de público e critica" que tem aqui no blogue, onde falo de alguns percalços da profissão, neste texto: Mistérios sobre a Dentadura. Algumas  pessoas se ofendem porque, verdade seja dita, se enquadram naquilo que eu nomeio de 'gente teimosa' ... mas é assim, eu vejo isso diariamente nos consultórios dos dentistas para quem presto serviço, os 'teimosos' existem ! 

Mas, hoje não vou falar, e nem tampouco mostrar o lado difícil do consultório... isso, convenhamos, é problema dos dentistas. 
Hoje vou mostrar uma matéria que esta na revista para TPD's  , e que fala de outra matéria que foi publicada na revista Veja São Paulo ( Ed. Abril - Ano 49, n°8 , págs 24/28) com o título de  : " O Branco já não é o bastante ". 


O assunto são as Lentes de Contato para os dentes, tenho certeza que voce já ouviu falar delas.
Aqui então, a colega Sarita Coraçari , que é TPD e jornalista, fez um texto, em forma de crônica, falando da verdadeira identidade daquele 'super-herói' que recupera o seu sorriso lindo. Aquele herói que voce não conhece e, claro que não sabe que,  não é o cirurgião dentista. Vou apresentar para voces o TPD - Técnico em Prótese  Dentária , o verdadeiro profissional especializado que esta por trás da confecção de TODA e QUALQUER prótese . 
E, vou colocar na integra porque esta muito claro que, quase ninguém conhece esse profissional ou, sabe de sua suma importância.
Estava mesmo na hora de o profissional ser reconhecido e ser 'conhecido' pelo público. 

Na integra : 
" Crônicas LeCron* " - Apontamentos ( Revista Apdesp Informa Suplemento - Ano 33 n° 188 , Março/ Abril de 2016 ) Apdesp Brasil. 

" Seu Sorriso é um colar de marfim ! "  ( por Sarita Coraçari TPD e Jornalista ).

Fico Imaginado o paciente entrando no consultório e perguntando: Dr. voce tem impressora 3D? Porque eu quero fazer umas lentes de contato nos meus dentes, e prefiro sem desgaste ósseo tá? E ainda completa: para juntar é só usar uma cola especial né! O cirurgião-dentista estupefato responde: impressora 3D? Desgaste ósseo? Uma cola como cimento? Bem... não sei de onde voce trouxe estas dúvidas , mas vamos lá!
Basta colocar algumas lentes de contato e voce terá um sorriso igual a dos artistas globais , alinhadíssimos, certinhos, branco imaculado. mas só se tiver muito dinheiro, afinal alguns pacientes gastaram até R$ 200.000,00 !
Lentes de contato em impressora 3D? Taí, algo que eu queria muito ver, como seria a impressão em dissilicato**,  prontinha sem necessidade de maquiagem ou polimento. Simples assim: imprimir, colar e pronto ! É como faz parecer a matéria : " O Branco já não é o bastante", veiculada pela " Editora Abril" , na Revista "Veja São Paulo " ( Ano49, n°8, págs. 24/28) , que aborda o crescimento do uso de facetas laminadas dentais, também chamadas de "lentes de contato dentais" e, que certamente haverá um entendimento equivocado por parte da população sobre a necessidade e os objetivos de um tratamento odontológico e, em especial, de procedimentos específicos da especialidade de Dentística e Estética.

Uma matéria de grande repercussão e circulação, tem sim seus lados positivos, valorização da classe ( dos dentistas claro), divulgação de tecnologia, levando aos leigos informações sobre possibilidades de diversos tratamentos. mas a apologia do exagero, à facilidade em mudar a estética natural , a ideia errônea de que a lente de contato é algo moderno e a faceta está ultrapassada, que lente não desgasta nada e faceta desgasta até o osso. Penso se não foi um descuido na revisão da matéria pelo editor ou se esse tipo de informação distorcida tem um propósito comercial. Ou até ter sido manipulada.
E foi tão legal quando mencionaram o TPD, opa! .. não, não mencionaram. Esse tal de Técnico em Prótese Dentária não existe no mundo real, ele continua camuflado e escondido na cozinha do consultório. Muito triste, mais uma vez ocultados, ignorados e desvalorizados. Fomos substituídos  por máquinas, ao menos no papel da revista. O sonho de muitos CDs (cirurgiões-dentistas) , mas ainda não !
Mesmo com toda a tecnologia e praticidade dos CAD/CAMs*** que vieram para dar agilidade ao nosso dia a dia, e estão presentes em muitos consultórios, aquela maquiagem seja em lentes ou facetas, CADs ou injetados, intrínsecas ou extrínsecas, ainda é realizada pelas mãos do TPD.
Na frase: " meus dentes ficaram lindos DR." Onde esta o sujeito? Na cozinha****, invísivel !
Transformar a anatomia dentária num sorriso harmônico e equilibrado, é uma ciência , entendimento sobre a proporção áurea e proporção divina, conhecimento e estudo para ser aplicada de forma correta. temos à disposição a tecnologia e softwares que ajudam neste desenho e planejamento, a técnica do DSD ( Dental Smile Design) com previsibilidade de resultado final, medidas compatíveis com a devida face, que também pode ser utilizada por TPDs. Qualquer tipo de trabalho que envolva prótese é realizada dentro do laboratório pelo profissional especializado, para qualquer trabalho solicitado, CDs e TPDs trabalham em conjunto. ( Cirurgiões-Dentistas e Técnicos em Prótese Dentária trabalham em conjunto ).
Mesmo quando mencionado na matéria que a lente pode ser " artesanal" , havia uma brecha para mencionar o verdadeiro profissional "artesão" responsável pela execução das tais lentes , mas creio que não era relevante divulgar que o verdadeiro responsável por aquele sorriso branco, perfeito, bela anatomia, fora feito por outras mãos. Como admitir que foi feito por Técnico em Prótese Dentária , e não pelo Dr. Dentista !

Será que divulgando e esclarecendo aos leitores da matéria , sobre nossa existência eles trocariam o cirurgião dentista pelo laboratório? NÃO pode ser ; a nossa lei existe para proteger o cirurgião dentista, prevendo tal situação, proíbe desde 1979 contato do laboratório com o paciente. Então, qual o receio? Por que nos esconder? Qual o medo em creditar ao TPD o devido reconhecimento? Somos ou não parceiros? Onde fica o braço direito do consultório?

Me pergunto, em comparativo: se não existisse a fígura do " mestre de obra" na construção civil, será que o engenheiro que tanto se orgulha de seu belo projeto finalizado, iria ele mesmo bater laje? Bom, ninguém sabe o nome do pedreiro que executou a obra , mas todo mundo sabe que ele existe.
E nós? Inisíveis em publicações, palestras, artigos, livros e em programas de TV. Porém nosso trabalho " ocultado " esta nos sorrisos de anônimos, famosos e transmitido em HD.
Muitos TPDs devem estar rindo à toa, não podem reclamar de falta de serviço ou falta de dinheiro, já que o valor cobrado " tem variável" de 1.800 a 5.000 reais cada lente ! Ei... espera um pouco ; fantasmas não precisam de dinheiro.
E, se não existimos, imagino que durante a noite a fada madrinha da Cinderela visita os consultórios com sua varinha de condão cantando : salagadula mexegabula bibidi-bobidi-bu, junte isso tudo e teremos então, bibidi-bobidi-bu ... 28.500 lentes de contato !
(Fim)

Por que eu resolvi colocar esse artigo aqui? Bom... tá na cara né? 
Duas coisas me deixam preocupada quando percebo que as pessoas não fazem ideia que próteses são confeccionadas por técnicos em prótese dentária. Uma delas é, porque as pessoas não sabem da existência do protético, quando tudo fica lindo e perfeito, o herói é o dentista ... Duas, quando nem tudo fica bom e perfeito, muitas vezes o dentista resolve revelar o segredo sobre a existência dos protéticos e, sempre que isso acontece, o culpado vai ser o protético !
Mas, agora, se voce leu até aqui, já sabe que tanto um quanto outro trabalham em conjunto, parte clínica do dentista , ou seja tudo que é feito direto na sua boca é responsabilidade dele, inclusive moldagem e provas ... e laboratorial do protético, ou seja, atender as solicitações do dentista e executar a confecção das próteses. 
E, como disse a colega em seu texto, custa nada dar mérito a quem tem mérito, não é mesmo pessoal ?

Aqui alguns explicações para facilitar o entendimento do texto acima
*  LeCron - instrumental utilizado pelo protético para realização de escultura em cera.
** Dissilicato - dissilicato de lítio odontológico  é um material cerâmico de alta resistência ,  que para chegar ao produto final exige trabalho manual além do trabalho CAD/CAM.
*** CAD/CAMs - abreviatura em Inglês para os processos assistidos por computação, que são: desenho assistido por computador e manufatura assistida por computador.
Ou seja, neste caso , a fabricação assistida por computador consiste em tecnologia que auxilia ajustando desenhos e moldes, usinagem de metais e detalhes que permitem agilizar o processo de confecção e melhor adaptação de alguns tipos específicos de próteses e, ainda assim é realizado pelo técnico em prótese.
**** Cozinha - na verdade, o laboratório de prótese se parece mesmo com uma cozinha, temos fornos, fogão, pia , etc.. claro que, são tipos específicos mas, alguns podem ser fogões e micro-ondas encontrados em todas as casas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Não seja timído , deixa um recadinho ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails