setembro 06, 2015

4- papel higiênico e cestinho - assunto polêmico

Segundo os estrangeiros, essa é a 'mania' mais nojenta que o Brasileiro tem, isso porque eles consideram que seja uma mania mas, é  um hábito. O assunto mais polêmico e, justamente aquele assunto que eu mencionei no começo que, eu estava querendo muito falar sobre.
Gostaria que essas pessoas entendessem que nós não somos esses ' colecionadores' de  papel higiênico usado. 

Quero avisar os Brasileiros que nunca saíram do país que,  em muitos lugares do mundo, principalmente na Europa , quando voce for usar o banheiro, não irá encontrar um cesto ao lado do vaso sanitário para jogar fora o papel higiênico usado. Isso não é hábito comum em quase nenhum lugar do mundo, a prática é, jogar o papel usado no vaso sanitário e dar a descarga.

E, aos estrangeiros que passarem aqui e pararem para ler, quero dar umas explicações sobre o caso em questão que, muitos de voces não conseguem entender a razão desse costume dos Brasileiros e, muitas vezes falam que temos o costume de 'guardar' o papel higiênico usado.

Primeiro, quero que entendam que não guardamos, apenas descartamos em um recipiente para ser retirado e ser descartado junto com os resíduos de lixo doméstico que, em dias alternados são recolhidos pelo caminhão da coleta de lixo.
Temos razões  para não jogar o papel higiênico no vaso sanitário, uma delas é que, o saneamento básico não é bom em todo país, existem lugares mais pobres que nem esgoto não tem . E porque temos receio de entupir os encanamentos de nossas casas, porque nossas casas são construídas inteiramente em alvenaria, muito tijolo e muita argamassa, o que seria um desastre caso houvesse um entupimento, teriamos que quebrar tudo !

Na realidade, muitas das casas do Brasil nem são tão antigas assim, se levarmos em conta as construções na Europa onde muitas casas são centenárias, as do Brasil são jovens. Porém, existe um grande problema, aqui muitas das casas construídas até algumas dezenas de anos atrás não possuem planta da edificação, e muitos dos proprietários nem sabem por onde passam os encanamentos da casa, então fica fácil entender o medo, porque se entupir , não vai ter jeito, vai ter que quebrar a casa inteira para saber onde esta o problema ! E, falando mais francamente, os trabalhadores da construção civil , também não eram especialistas e, muitos ainda não são mas, como tudo no Brasil é coberto de altos impostos e muita burocracia, muita gente não tem como pagar por mão de obra especializada e, as coisas acabam não ficando bem feitas como deveriam.

Sendo assim, por medo de ter um pesadelo , é melhor evitar ...
Também não sabemos se, de verdade, jogar o papel no vaso sanitário vai entupir os canos, mas quem é bobo em testar?
Bom, na verdade, como minha casa eu conheço bem o encanamento, e como ela esta em reforma, eu sei que aqui não há problema e , às vezes, eu jogo o papel no vaso mas, ainda assim mantenho o cesto ao lado dele, infelizmente esse costume não vai mudar nunca por aqui.
E, até por isso mesmo, vale lembrar que, existe regra de etiqueta até para usar o papel higiênico e, já que aqui no Brasil nós deixamos os usados em local visível, vale a pena ser 'educado', veja como: muitas pessoas usam o papel e descartam de qualquer maneira dentro do cesto, ninguém é obrigado a ver o que voce limpou. Então, dobre o papel e certifique que o lado usado fique para dentro e sem ser visto. Isso é fácil de fazer minha gente!

Este vídeo é feito por um pessoal que faz intercâmbio, Brasil e Irlanda e, achei bem interessante porque ele ilustra alguns dos tópicos que estou falando nessa sequência das manias dos Brasileiros. Ele esta em Inglês mas tem legenda em Português, portanto todos podem ver !

               

"Sobre o papel higiênico no Brasil  -
*1890– O Nascimento
Em 12 de setembro, no Salão Nobre do Banco do Brasil, no Rio de Janeiro - então capital do país - nasce oficialmente a Companhia Melhoramentos de São Paulo, cujas atividades, na época, giravam em torno da fabricação industrial de cal, tijolos, manilhas e outros itens usados na urbanização da cidade de São Paulo. Nesse período, a empresa iniciava a produção de papel.
*1928 – Primeiro papel higiênico
A Melhoramentos muda a situação com o lançamento do Sul América, primeiro papel higiênico fabricado na América Latina. " ( texto encontrado nesse blogue )



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Não seja timído , deixa um recadinho ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails