abril 16, 2015

Sofitel jequitimar Guarujá, nosso final de semana... Parte III

Continuando a contar para voces, vou terminar com essa publicação, minhas 'sensações' sobre o Sofitel Jequitimar Guarujá.
Não sei se repararam mas eu estou , desde o começo, falando de minhas impressões comparando-as com as de outras pessoas que encontrei na internet. Profissionalmente, eles escrevem sobre viagens, hotéis e essas outras coisas que, de certa maneira, nos influenciam quando estamos a procura de informações sobre determinado lugar que vamos visitar ou ainda escolhendo um roteiro.
Como eu disse anteriormente, com base nessa experiência, cheguei a conclusão que, quem escreve somente coisas boas e positivas sobre um lugar é porque ganhou $ para isso.

Mas, minha intenção não é , em absoluto, esculhambar com tudo. Estou tentando ser o mais sincera possível e quero deixar bem claro que, essas são as minhas impressões e opinião sobre esses dois dias que passei  no Sofitel Jequitimar , hospedada em quarto categoria  Classic com meia pensão, o que em termos financeiros representa mais do que um salário mínimo/dia, o que para mim é uma quantia bem significativa.
Mas... o luxo muda de pessoa para pessoa. O que é luxo para mim, não é nada para outro , isso é algo muito pessoal na verdade.


Sendo assim, talvez o que eu digo agora pode parecer bobagem para algumas pessoas.
Eu considero que, o único item de LUXO que vivenciei nesse hotel foi, a educação dos funcionários , porque o resto que recebi, posso dizer que era bem normal para meus padrões e, eu não sou rica , pelo contrário, no dia de hoje inclusive, tenho prestação atrasada à pagar e, vai ficar atrasada mais algum tempo. O que quero dizer é, o que colocaram a minha disposição por R$ 900,00 era pouco para representar luxo . Com exceção do cofre, é claro!
Não sei se me faço entender mas é isso, esperava mais pelo mesmo.

Então , falta comentar um pouco ainda  sobre o hotel. Quanto ao Guarujá, andei um pouco pelo centro, fui ver a praia da enseada que estava mais limpa do que a praia de Pernambuco, acredite ! E, as lojas . bares e restaurantes da rua da praia e localidades. Achei bem simpático, eu não conhecia o lugar mas, não tenho muito à falar sobre isso.
Então, voltando ao hotel , falta falar do quarto onde fiquei, as refeições que fizemos e dos funcionários.

Vou começar pelo assunto que ninguém comenta quando escreve sobre as 'maravilhas' do lugar, pelo menos eu ainda não vi nada escrito sobre eles - Os funcionários.
Nesse item, estão de parabéns!
O quadro de colaboradores é grande , são porteiros,  os carregadores de malas ( bellhop ) , recepcionistas, garçons e garçonetes, arrumadeiras ( housekepper ) e outros , sem exceção, TODOS com os quais eu tratei ou fui servida foram extremamente educados e prestativos. Como eu disse, se tem um algo de luxo que pode representar o hotel em questão, são esses funcionários. Para eles que, com certeza conhecem bem a separação das alas norte e sul, eu dou 5 estrelas.
No restaurante Brisa, onde serviram o café da manhã e o almoço, tem um senhor super simpático, que se bem me lembro chama-se Rubens, nos serve com muita alegria e capricho , percebesse que sabe bem o que faz e, nem parece que esta lá trabalhando, muito legal esse senhor!
E, tem um rapaz jovem, que carrega as bagagens dos hóspedes e faz serviço de mensageiro, cujo nome eu não soube mas, toda vez que cruzava conosco nos corredores ou nos elevadores, sorria e nos cumprimentava dizendo:  bonjour !


Eu até falei para o namorado : eu acho que ele pensa que somos franceses ...Ces't La Vie !
Brincadeiras à parte, aos funcionários meus agradecimentos, pela educação e simpatia com o qual nos serviram, Obrigada!

Agora, rapidamente, vou falar do quarto em que ficamos. Era do tipo econômico mas corresponde as expectativas e, ao que li pela internet. É espaçoso, confortável, tem tecnologia e, estava tudo funcionando, arrumado e limpo com visual agradável, igual ao da foto abaixo.


O banheiro segue o padrão. Embora espaçoso, eu achei ele um tanto escuro  mas, talvez isso seja uma cisma minha, eu não gosto de banheiros com cara de sauna.
Com relação aos tão famosos amenities , que são os produtos de higiene pessoal disponibilizados em pequenos frascos e porções  para os hóspedes, em todo lugar onde escrevem  sobre o Sofitel Guarujá eles falam que são da L'occitane . Eu estava gostando dessa história mas ... olha:
Só se for na ala Sul.


Os nossos eram esses , gostosos também, devo dizer. Alguém ai da ala norte pode dizer se estamos todos no mesmo barco? ...rs
Essa semana recebi feedback sobre as publicações , uma delas de outra pessoa que se hospedou lá e ganhou uma vista da orla igual a nossa e outra dizendo que eu estava enganada sobre a praia.
Bom, quanto a praia, pode ser que o tempo não tenha ajudado, de longe como na foto, parecia até limpa mas, não vi o 'brilho' do local e, talvez a sujeira tenha vindo com a maré porém, não tem como eu dizer nada diferente do que eu vi, sinto muito!

E, sobre a varanda com vista para os coqueiros, eu só falei porque , sinceramente, achei engraçado. Lógico que eu esperava chegar lá e avistar o mar , dar com a cara nos coqueiros foi irônico , mas não me importei. Agora no caso da pessoa, ela reclamou ter pago mais caro por um quarto com vista para o mar e, sem mar para ver ...
Talvez, se eu tivesse pago pelo quarto, como ela fez, eu também reclamasse , não sei.
Mas, vamos ser sinceros?
O que dá a sensação de paraíso tropical do lugar são justamente os coqueiros. O conjunto verde deixa tudo mais bonito.
Graças à Deus que temos os coqueiros para ver , do contrário, da ala norte só teriamos um cantinho de chão sem piscina, a praia que não estava nos seus melhores dias e, aquele bando de gente passeando de banana boat ... NÃO QUERO !!


E, para encerrar, vou falar da comida servida no restaurante Brisa.
Como eu disse,  tinhamos muitas opções para fazer as refeições , com café da manhã e almoço inclusos, qualquer outra hora que quisessemos comer alguma coisa poderiamos ir a lanchonete do pequeno shopping, ou qualquer outra pela região. À noite tinhamos a pizzaria na porta do hotel, tinhamos também os restaurantes a la carte do hotel , o Mar Casado com especialidade em frutos do mar e o Les Épices com a culinária francesa.
Esquece esses dois últimos , eu não fui conferir, por isso não posso falar nada.
Mas olha,  para falar a verdade para voce, não vi ninguém no Les Épices e apenas uma turma no Mar Casado bebendo uns drinks servidos à beira da piscina no sábado a noite.
Acho que eu não era a única a procurar alternativas mais em conta... 

Nós optamos por ir   ali no mercado pão de açúcar do pequeno shopping , compramos queijos e pães , uma porção generosa de presunto de parla para o namorado e um negócio gostoso para beber e fizemos nossa refeição do sábado à noite em nosso quarto.  Eu já falei que aprendi isso na Europa, brasileiro não percebe mas, paga muito por pouca coisa.
Eu trouxe uma porção de queijo de cabra do tipo  boursin com damasco e amêndoas em lâminas , que prazerosamente adquiri por um preço 'pechincha' e ainda de quebra, adquiri uma simpática cerâmica , onde o queijo vem servido. Gastamos só R$ 30,00  e fizemos uma refeição do nosso agrado !
Achei o preço dessas coisas super camarada nessa loja da rede pão de açúcar que fica instalado ao lado do hotel.



Comida para mim é um assunto muito sério. Sou chata para comer, não é de tudo que eu gosto e, se eu não gosto de verdade, não como!
E, para ajudar, sou vegetariana  mas, eu cometo fácil o pecado da gula, principalmente quando há queijos , pães e doces ...  sendo assim, posso dizer que o Brisa me atendeu e bem, já que o buffet é farto e digamos, comum o bastante para eu me sentir em casa.
No café da manhã, muitas opções, chás, sucos, leite, chocolate, café... muitos tipos de pães, frios, queijos, frutas, geléias , cremes, waffles, e outras coisas, tudo muito simples mas... muitas coisas!
Confesso que eu abusei. Acostumada a tomar café da manhã simples e quase todo dia em cima da hora para sair e trabalhar, sentar sem pressa de sair da mesa e comer tanta coisa gostosa e com fartura me deixou com peso extra na bagagem. Mas... como estava bom !


Posso dizer que, junto com os funcionários, as refeições foram o outro ponto de destaque para mim nesse hotel.
Sobre o almoço,  nem vou falar da feijoada com 'chorinho' servida aos  sábados, porque onde voce procurar voce vai achar notas sobre isso mas, quero dizer que há mais opções do que o esperado.
Nós vegetarianos podemos comer o feijão preto sem medo, eles servem tudo separadamente, o que é um alívio !
As saladas são boas e  também as massas, tinhamos culinária Árabe e uma variedade razoável de tipos de pães , queijos e frios e outras coisas mais. Para beber, tinhamos opções de sucos, refrigerantes e cerveja , outras bebidas como vinhos , por exemplo, são  à parte. Na entrada do restaurante, no sábado há uma estação com caldinho de feijão e uma caipirinha genérica batizada de licor de limão, à vontade. No domingo tudo de novo e , a feijoada era substituída por massas.
Nos dois dias, comemos muito ao agrado no almoço. E, o namorado disse que a carne servida na estação dos grelhados estava gostosa e era de qualidade.
Eu, simplesmente amei um pão em filão,  preto com nozes e azeitonas que é servido em uma tábua de queijo brie. Esse brie, acredito eu, deve ser de fabricação própria, ele estava presente em todas as refeições , inclusive no café da manhã e, macio com uma casquinha de mofo com sabor bem suave, um queijo jovem , do jeito que eu gosto !
Comi tanto queijo nesse final de semana que achei, juro, que teria uma intoxicação por queijos ou  intolerância a lactose!
E, só para deixar a pessoa com QUATRO quilos a mais no dia do check out , há de se destacar a mesa de sobremesa ...
Divina !
Muitos doces... bolos, tortas, pudins, petit fours, brigadeiro de colher, docinhos regionais, cremes ... ah nem sei mais o que. Era tanta variedade , e tudo servido graciosamente em pequenas porções individuais. Um mimo. 



Agora voce entende porque eu digo que temos que creditar os quilos extras na conta do hotel. E, entre tantas opções de lazer que eles dizem ter, a mais divertida delas , para mim foi, comer! 
A única coisa que achei que ficou devendo foi: não haver nenhum prato com camarões .
Para um restaurante de praia, tinha que ter!
Serviram uma salada de frutos do mar, que tinha aqueles camarões micro e tão pouco em quantidade que não vou levar em conta. Achei isso realmente um ponto negativo. 
Olha, no final dessa imensa lista de prós e contras, só posso dizer que: do hotel em si eu esperava um 'algo mais' , porque afinal de contas é um hotel de luxo. Mas, certamente , isso existe sim, para quem  pode pagar por ele ... não é o meu caso.
Foi bom ganhar a estadia e, ter  a experiência mas, não haveria uma próxima vez. Não achei que o custo - benefício é interessante, muitas das coisas, como eu disse, são simples como no nosso dia à dia , e parando para fazer contas, ter isso por R$ 900,00 reais dia é supervalorizar.
 * todas as fotos não assinadas por mim são de autoria do próprio hotel , disponibilizadas publicamente no facebook.



Ainda em tempo, quero comunicar que houve mais uma edição do BookCrossing Blogueiros , onde nós blogueiros libertamos livros , tiramos da estantes e soltamos no mundo para que outras pessoas tenham a oportunidade da leitura. Amanhã publico minha participação dessa edição.

via










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Não seja timído , deixa um recadinho ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails