abril 26, 2015

Miss Morcega

Como voces puderam ver na publicação anterior, estou cuidando de uma borboleta.
E, quando eu digo cuidando... é cuidando mesmo , até comida na boca eu dou ! =D

Eu pesquisei na internet e, descobri que poderia oferecer alimento a ela misturando mel com água. Bom ... deu certo a bichinha adorou!

Pesquisando descobri que elas tem uma canudo na boca, aliás as abelhas também tem, mas é diferente na forma, mas voltando as borboletas, elas tem isso que os especialistas chamam de 'tromba' , o que nos remete ao elefante e, serve da mesma forma. Com a tromba elas sugam o néctar das flores. Essa tromba fica enrolada dentro da boca e, quando a borboleta vai se alimentar, ela desenrola para fora da boca e estica para alcançar o alimento sugando-o. 

Consegui tirar algumas fotos desse momento , e até que ficaram boas considerando que com uma mão eu a alimentava e com outra eu clicava. E, minha máquina é uma modesta cybershot de bolso, portanto, fiz uma 'obra prima' !

E, descobri porque tinha uma borboleta em meu quintal que não conseguia voar pois, eu estava mesmo curiosa de como ela chegou lá. Na verdade, achei suas parentes andando por aqui ...


Em minha calçada, junto ao pé do muro, tem uma vegetação não cultivada que nasce ali e, como nada disso me incomoda eu deixo. É arbusto bem frágil e, natural do lugar. Não costumo cuidar e nunca havia reparado que lagartas vivem ali. Por acaso, hoje vi algumas subindo a parede, provavelmente procurando local para fazer o casulo e se transformar em borboletas. Espero que essas tomem mais cuidado para não haver mais acidentes por aqui.

E, enquanto eu crio a Morcega , é assim que eu batizei ela, eu tento deixar ela sentir o sol e o vento. Só fico triste por ela não poder cumprir seu papel na natureza, que é o de se reproduzir,  nessa curta vida que terá enquanto borboleta.

No quintal , durante o banho de sol e a piscina de mel , recebemos uma visitante, dona abelha veio almoçar conosco.
Essa casa esta cada vez mais divertida !



2 comentários:

  1. A Cintia tem um coração de ouro!
    Imagino que cuidar de uma borboleta ferida não deve ser nada fácil...
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cintia!
    Eu nem saberia reconhecer uma borboleta ferida!
    Sei que o ciclo de vida é pouco, coisa de 20 dias e não imagino como se reproduzem... Parabéns pela sensibilidade e dedicação à esse reino!
    Beijus,

    ResponderExcluir

Olá! Não seja timído , deixa um recadinho ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails