abril 26, 2015

Miss Morcega

Como voces puderam ver na publicação anterior, estou cuidando de uma borboleta.
E, quando eu digo cuidando... é cuidando mesmo , até comida na boca eu dou ! =D

Eu pesquisei na internet e, descobri que poderia oferecer alimento a ela misturando mel com água. Bom ... deu certo a bichinha adorou!

Pesquisando descobri que elas tem uma canudo na boca, aliás as abelhas também tem, mas é diferente na forma, mas voltando as borboletas, elas tem isso que os especialistas chamam de 'tromba' , o que nos remete ao elefante e, serve da mesma forma. Com a tromba elas sugam o néctar das flores. Essa tromba fica enrolada dentro da boca e, quando a borboleta vai se alimentar, ela desenrola para fora da boca e estica para alcançar o alimento sugando-o. 

Consegui tirar algumas fotos desse momento , e até que ficaram boas considerando que com uma mão eu a alimentava e com outra eu clicava. E, minha máquina é uma modesta cybershot de bolso, portanto, fiz uma 'obra prima' !

E, descobri porque tinha uma borboleta em meu quintal que não conseguia voar pois, eu estava mesmo curiosa de como ela chegou lá. Na verdade, achei suas parentes andando por aqui ...


Em minha calçada, junto ao pé do muro, tem uma vegetação não cultivada que nasce ali e, como nada disso me incomoda eu deixo. É arbusto bem frágil e, natural do lugar. Não costumo cuidar e nunca havia reparado que lagartas vivem ali. Por acaso, hoje vi algumas subindo a parede, provavelmente procurando local para fazer o casulo e se transformar em borboletas. Espero que essas tomem mais cuidado para não haver mais acidentes por aqui.

E, enquanto eu crio a Morcega , é assim que eu batizei ela, eu tento deixar ela sentir o sol e o vento. Só fico triste por ela não poder cumprir seu papel na natureza, que é o de se reproduzir,  nessa curta vida que terá enquanto borboleta.

No quintal , durante o banho de sol e a piscina de mel , recebemos uma visitante, dona abelha veio almoçar conosco.
Essa casa esta cada vez mais divertida !



abril 24, 2015

nem tudo dá certo nessa vida

Infelizmente !

Hoje, pela manhã,  estava fazendo as coisas aqui em casa e, me dei conta de que nem tudo na vida funciona como deveria.
Achei uma pobre borboleta com as asas quebradas, acho que posso definir dessa forma ...
a pobrezinha tem as asas mas, elas não abrem como deveria , por isso ela não consegue voar.
Minha conclusão é que deve ter saído do casulo hoje , e deve ter caído de algum lugar onde estava pendurada enquanto estava em metamorfose.

Elas saem do casulo e precisam de um tempo para preparar as asas , algo como secar ou firmar a estrutura do que são feitas as asas e,  quando não tem esse tempo, as asas ficam danificadas.

Fiz o que pude para ajudá-la.
Peguei e coloquei no único lugar que tem flores em minha casa, nesse momento, um pequeno vaso de violetas .
Coloquei gotas de água nas folhas da planta e, acredito que as pequenas flores e a água serão alimento para a borboleta.
Amanhã pensarei no que fazer mas, alguém ai sabe como fazer para ajudar a coitada a viver ?
Sei que a vida de uma borboleta é bem curta mas, ela esta bem , exceto pela asas ... gostaria de ajudar a pequena a completar seu ciclo de vida.
Aceito orientação , caso alguém saiba como. Obrigada!





abril 23, 2015

Dia de 'reciclagem' gourmet

No mundo, uma a cada 9 pessoas passa fome , um bilhão de pessoas não tem o que comer e, a cada três segundos alguém morre de fome. 

Eu sei que esse começo é drástico mas, é a realidade, não dá para enfeitar e deixar 'bonitinho'  quando o assunto é desperdício.
Então encontrar comida estragando na geladeira, achar produtos passados da validade na despensa ou encher o prato de comida que não vou comer para depois jogar no lixo, não ... isso não acontece em minha casa ! Quem me conhece sabe, jogar comida fora, para mim é mais pecado do que a gula !

Toda semana eu dou uma geral , e às sextas feiras vou à feira comprar vegetais e frutas frescas por um bom preço. 
Se tem algo que ainda não foi consumido e, precisa ser antes que estrague, eu logo procuro alguma receita para utilizar o produto. 
Semana passada comprei  manjericão pois queria utilizar com um queijo fresco temperado que comprei na feira e, tomates secos que eu tinha na geladeira.
Só para montar uns palitinhos e degustar enquanto preparavamos nossa refeição. 

Comprei o manjericão na feira, sobrou um maço inteiro, na feira livre com R$ 1,50 voce compra manjericão para abastecer pizzaria !
Enfim, para não perder a hortaliça , usei a criatividade ... torta salgada de liquidificador.


Aproveitei umas sobrinhas de azeitonas verdes, tomate seco , champignon e temperos para criar um refogado e incorporar a massa.
Torta de liquidificador todo mundo conhece, coisa simples de fazer, ótima para aproveitar as sobras e fácil de assar . 
Essa 'criação' , um tanto diferente, ficou interessante mas, tenho que dizer que a pessoa tem que gostar MESMO de manjericão se quiser tentar. Como disse o namorado : ficou gostosa mas, é bem exótica !
Taí, ele definiu bem, é exótica.


Olha a receita:

* 1 maço de manjericão
 ... e, outros temperos à gosto , se quiser. Eu sempre uso aquelas misturas de temperos que compro na feira.
* 2 xícaras (das de chá ) de leite
* 1 xícara (das de chá ) de óleo
* 3 ovos
* 3 xícaras (das de chá) de farinha de trigo
* 1 colher  (das de sopa) de fermento em pó
Bater tudo no liquidificador .
Eu, como usei um recheio de sobras de 'tira gosto' que refoguei com temperos,  incorporei tudo a massa e, despejei em forma untada para assar em forno pré aquecido, 200°C por 35/40 minutos.
Fácil, é igual a bolo, espetou o palito , saiu seco, tá pronto!

E, para a sobremesa ...
Como diz o trocadilho : comprar  à preço de banana -  na feira ela esta cara mas, no mercado tenho encontrado o quilo da banana por R$ 0,99 !
Então ... esta aberta a temporada de torta de banana e doce de banana ( bananada )

Coisa mais fácil do mundo, embora muita gente não se aventure porque acha que dá trabalho.
Eu faço em poucos minutos e, fica sempre deliciosa !



O segredo é levar ao fogo baixo e mexer sempre.
Melhor usar uma panela grande para evitar os respingos, e estará pronto à partir do momento que voce conseguir ver o fundo da panela enquanto mexe a mistura. 
O ponto depende do tempo de cozimento, se quiser mais mole, menos tempo no fogo ou mais duro, mais tempo no fogo . Eu prefiro tipo compota então, é rápido !


Receita:

* para cada 10 bananas nanicas maduras
* 2 xícaras ( das de chá ) de açúcar
* 1 colher ( das de sopa) de achocolatado em pó ( nescau)



Então é isso,  eu acredito em reciclagem gourmet , os alimentos mais inusitados podem se transformar em delícias ao paladar, é só usar a criatividade! 
E, cá entre nós, se voce for a um restaurante atrás da nova mania de 'comida gourmet' vai pagar bem mais do que vale, então porque voce mesmo não 'gourmetiza' ai na sua casa?
Bom apetite !





abril 19, 2015

19 de Abril dia do Índio Brasileiro

10 edição do BookCrossing Blogueiros

Movimento que acontece também na vida real, o BookCrossing consiste em incentivar a leitura, há a troca de livros e a doação deles e, a famosa forma de dar oportunidade de leitura a outras pessoas , simplesmente esquecendo um livro por ai.
O BookCrossing Blogueiros , apareceu na minha vida através da amiga Luma do Luz de Luma. Comecei participando de uma edição e, várias depois digo que é uma sensação libertadora passar um livro adiante. 
Esse ano, por força das circunstâncias, minha participação foi bem modesta porém, não deixei de faze-lo !
Como eu já disse várias vezes, estamos em um processo de reforma de nossa casa e, por duas razões eu escolhi libertar algumas revistas ao invés de livros . Primeiro porque é verdade que elas tem me ajudado no processo de aprendizado para aproveitar melhor o dinheiro e fazer  nossa reforma dar certo, então tenho certeza, irá ajudar outras pessoas também. Segundo porque a casa esta uma bagunça e, muitas coisas estão empacotadas, isso incluí livros e, eu não faço ideia de onde eles estão!

Alguns podem pensar: Mas, voce poderia comprar algum livro no 'sebo' para libertar. Verdade !
Mas, para mim este exercício de libertar livros é muito mais do que deixar algo que eu não estou usando para outro usar, é mesmo um exercício de desapego e, muito importante  pois, sempre tive mania de guardar muita coisa, e hoje em dia sabemos que essa prática não é saudável !
Essas revistas são bem interessantes para quem, como nós, esta se aventurando em construir ou reformar, muitas dicas, muito aprendizado, tenho certeza de, quem encontra-las no banco do shopping center onde deixei, irá aproveitar de alguma maneira ou, deixará para alguém que pode fazer bom uso.
Então, fica aqui minha participação dessa edição do BookCrossing Blogueiros , até a próxima!










abril 16, 2015

Sofitel jequitimar Guarujá, nosso final de semana... Parte III

Continuando a contar para voces, vou terminar com essa publicação, minhas 'sensações' sobre o Sofitel Jequitimar Guarujá.
Não sei se repararam mas eu estou , desde o começo, falando de minhas impressões comparando-as com as de outras pessoas que encontrei na internet. Profissionalmente, eles escrevem sobre viagens, hotéis e essas outras coisas que, de certa maneira, nos influenciam quando estamos a procura de informações sobre determinado lugar que vamos visitar ou ainda escolhendo um roteiro.
Como eu disse anteriormente, com base nessa experiência, cheguei a conclusão que, quem escreve somente coisas boas e positivas sobre um lugar é porque ganhou $ para isso.

Mas, minha intenção não é , em absoluto, esculhambar com tudo. Estou tentando ser o mais sincera possível e quero deixar bem claro que, essas são as minhas impressões e opinião sobre esses dois dias que passei  no Sofitel Jequitimar , hospedada em quarto categoria  Classic com meia pensão, o que em termos financeiros representa mais do que um salário mínimo/dia, o que para mim é uma quantia bem significativa.
Mas... o luxo muda de pessoa para pessoa. O que é luxo para mim, não é nada para outro , isso é algo muito pessoal na verdade.


Sendo assim, talvez o que eu digo agora pode parecer bobagem para algumas pessoas.
Eu considero que, o único item de LUXO que vivenciei nesse hotel foi, a educação dos funcionários , porque o resto que recebi, posso dizer que era bem normal para meus padrões e, eu não sou rica , pelo contrário, no dia de hoje inclusive, tenho prestação atrasada à pagar e, vai ficar atrasada mais algum tempo. O que quero dizer é, o que colocaram a minha disposição por R$ 900,00 era pouco para representar luxo . Com exceção do cofre, é claro!
Não sei se me faço entender mas é isso, esperava mais pelo mesmo.

Então , falta comentar um pouco ainda  sobre o hotel. Quanto ao Guarujá, andei um pouco pelo centro, fui ver a praia da enseada que estava mais limpa do que a praia de Pernambuco, acredite ! E, as lojas . bares e restaurantes da rua da praia e localidades. Achei bem simpático, eu não conhecia o lugar mas, não tenho muito à falar sobre isso.
Então, voltando ao hotel , falta falar do quarto onde fiquei, as refeições que fizemos e dos funcionários.

Vou começar pelo assunto que ninguém comenta quando escreve sobre as 'maravilhas' do lugar, pelo menos eu ainda não vi nada escrito sobre eles - Os funcionários.
Nesse item, estão de parabéns!
O quadro de colaboradores é grande , são porteiros,  os carregadores de malas ( bellhop ) , recepcionistas, garçons e garçonetes, arrumadeiras ( housekepper ) e outros , sem exceção, TODOS com os quais eu tratei ou fui servida foram extremamente educados e prestativos. Como eu disse, se tem um algo de luxo que pode representar o hotel em questão, são esses funcionários. Para eles que, com certeza conhecem bem a separação das alas norte e sul, eu dou 5 estrelas.
No restaurante Brisa, onde serviram o café da manhã e o almoço, tem um senhor super simpático, que se bem me lembro chama-se Rubens, nos serve com muita alegria e capricho , percebesse que sabe bem o que faz e, nem parece que esta lá trabalhando, muito legal esse senhor!
E, tem um rapaz jovem, que carrega as bagagens dos hóspedes e faz serviço de mensageiro, cujo nome eu não soube mas, toda vez que cruzava conosco nos corredores ou nos elevadores, sorria e nos cumprimentava dizendo:  bonjour !


Eu até falei para o namorado : eu acho que ele pensa que somos franceses ...Ces't La Vie !
Brincadeiras à parte, aos funcionários meus agradecimentos, pela educação e simpatia com o qual nos serviram, Obrigada!

Agora, rapidamente, vou falar do quarto em que ficamos. Era do tipo econômico mas corresponde as expectativas e, ao que li pela internet. É espaçoso, confortável, tem tecnologia e, estava tudo funcionando, arrumado e limpo com visual agradável, igual ao da foto abaixo.


O banheiro segue o padrão. Embora espaçoso, eu achei ele um tanto escuro  mas, talvez isso seja uma cisma minha, eu não gosto de banheiros com cara de sauna.
Com relação aos tão famosos amenities , que são os produtos de higiene pessoal disponibilizados em pequenos frascos e porções  para os hóspedes, em todo lugar onde escrevem  sobre o Sofitel Guarujá eles falam que são da L'occitane . Eu estava gostando dessa história mas ... olha:
Só se for na ala Sul.


Os nossos eram esses , gostosos também, devo dizer. Alguém ai da ala norte pode dizer se estamos todos no mesmo barco? ...rs
Essa semana recebi feedback sobre as publicações , uma delas de outra pessoa que se hospedou lá e ganhou uma vista da orla igual a nossa e outra dizendo que eu estava enganada sobre a praia.
Bom, quanto a praia, pode ser que o tempo não tenha ajudado, de longe como na foto, parecia até limpa mas, não vi o 'brilho' do local e, talvez a sujeira tenha vindo com a maré porém, não tem como eu dizer nada diferente do que eu vi, sinto muito!

E, sobre a varanda com vista para os coqueiros, eu só falei porque , sinceramente, achei engraçado. Lógico que eu esperava chegar lá e avistar o mar , dar com a cara nos coqueiros foi irônico , mas não me importei. Agora no caso da pessoa, ela reclamou ter pago mais caro por um quarto com vista para o mar e, sem mar para ver ...
Talvez, se eu tivesse pago pelo quarto, como ela fez, eu também reclamasse , não sei.
Mas, vamos ser sinceros?
O que dá a sensação de paraíso tropical do lugar são justamente os coqueiros. O conjunto verde deixa tudo mais bonito.
Graças à Deus que temos os coqueiros para ver , do contrário, da ala norte só teriamos um cantinho de chão sem piscina, a praia que não estava nos seus melhores dias e, aquele bando de gente passeando de banana boat ... NÃO QUERO !!


E, para encerrar, vou falar da comida servida no restaurante Brisa.
Como eu disse,  tinhamos muitas opções para fazer as refeições , com café da manhã e almoço inclusos, qualquer outra hora que quisessemos comer alguma coisa poderiamos ir a lanchonete do pequeno shopping, ou qualquer outra pela região. À noite tinhamos a pizzaria na porta do hotel, tinhamos também os restaurantes a la carte do hotel , o Mar Casado com especialidade em frutos do mar e o Les Épices com a culinária francesa.
Esquece esses dois últimos , eu não fui conferir, por isso não posso falar nada.
Mas olha,  para falar a verdade para voce, não vi ninguém no Les Épices e apenas uma turma no Mar Casado bebendo uns drinks servidos à beira da piscina no sábado a noite.
Acho que eu não era a única a procurar alternativas mais em conta... 

Nós optamos por ir   ali no mercado pão de açúcar do pequeno shopping , compramos queijos e pães , uma porção generosa de presunto de parla para o namorado e um negócio gostoso para beber e fizemos nossa refeição do sábado à noite em nosso quarto.  Eu já falei que aprendi isso na Europa, brasileiro não percebe mas, paga muito por pouca coisa.
Eu trouxe uma porção de queijo de cabra do tipo  boursin com damasco e amêndoas em lâminas , que prazerosamente adquiri por um preço 'pechincha' e ainda de quebra, adquiri uma simpática cerâmica , onde o queijo vem servido. Gastamos só R$ 30,00  e fizemos uma refeição do nosso agrado !
Achei o preço dessas coisas super camarada nessa loja da rede pão de açúcar que fica instalado ao lado do hotel.



Comida para mim é um assunto muito sério. Sou chata para comer, não é de tudo que eu gosto e, se eu não gosto de verdade, não como!
E, para ajudar, sou vegetariana  mas, eu cometo fácil o pecado da gula, principalmente quando há queijos , pães e doces ...  sendo assim, posso dizer que o Brisa me atendeu e bem, já que o buffet é farto e digamos, comum o bastante para eu me sentir em casa.
No café da manhã, muitas opções, chás, sucos, leite, chocolate, café... muitos tipos de pães, frios, queijos, frutas, geléias , cremes, waffles, e outras coisas, tudo muito simples mas... muitas coisas!
Confesso que eu abusei. Acostumada a tomar café da manhã simples e quase todo dia em cima da hora para sair e trabalhar, sentar sem pressa de sair da mesa e comer tanta coisa gostosa e com fartura me deixou com peso extra na bagagem. Mas... como estava bom !


Posso dizer que, junto com os funcionários, as refeições foram o outro ponto de destaque para mim nesse hotel.
Sobre o almoço,  nem vou falar da feijoada com 'chorinho' servida aos  sábados, porque onde voce procurar voce vai achar notas sobre isso mas, quero dizer que há mais opções do que o esperado.
Nós vegetarianos podemos comer o feijão preto sem medo, eles servem tudo separadamente, o que é um alívio !
As saladas são boas e  também as massas, tinhamos culinária Árabe e uma variedade razoável de tipos de pães , queijos e frios e outras coisas mais. Para beber, tinhamos opções de sucos, refrigerantes e cerveja , outras bebidas como vinhos , por exemplo, são  à parte. Na entrada do restaurante, no sábado há uma estação com caldinho de feijão e uma caipirinha genérica batizada de licor de limão, à vontade. No domingo tudo de novo e , a feijoada era substituída por massas.
Nos dois dias, comemos muito ao agrado no almoço. E, o namorado disse que a carne servida na estação dos grelhados estava gostosa e era de qualidade.
Eu, simplesmente amei um pão em filão,  preto com nozes e azeitonas que é servido em uma tábua de queijo brie. Esse brie, acredito eu, deve ser de fabricação própria, ele estava presente em todas as refeições , inclusive no café da manhã e, macio com uma casquinha de mofo com sabor bem suave, um queijo jovem , do jeito que eu gosto !
Comi tanto queijo nesse final de semana que achei, juro, que teria uma intoxicação por queijos ou  intolerância a lactose!
E, só para deixar a pessoa com QUATRO quilos a mais no dia do check out , há de se destacar a mesa de sobremesa ...
Divina !
Muitos doces... bolos, tortas, pudins, petit fours, brigadeiro de colher, docinhos regionais, cremes ... ah nem sei mais o que. Era tanta variedade , e tudo servido graciosamente em pequenas porções individuais. Um mimo. 



Agora voce entende porque eu digo que temos que creditar os quilos extras na conta do hotel. E, entre tantas opções de lazer que eles dizem ter, a mais divertida delas , para mim foi, comer! 
A única coisa que achei que ficou devendo foi: não haver nenhum prato com camarões .
Para um restaurante de praia, tinha que ter!
Serviram uma salada de frutos do mar, que tinha aqueles camarões micro e tão pouco em quantidade que não vou levar em conta. Achei isso realmente um ponto negativo. 
Olha, no final dessa imensa lista de prós e contras, só posso dizer que: do hotel em si eu esperava um 'algo mais' , porque afinal de contas é um hotel de luxo. Mas, certamente , isso existe sim, para quem  pode pagar por ele ... não é o meu caso.
Foi bom ganhar a estadia e, ter  a experiência mas, não haveria uma próxima vez. Não achei que o custo - benefício é interessante, muitas das coisas, como eu disse, são simples como no nosso dia à dia , e parando para fazer contas, ter isso por R$ 900,00 reais dia é supervalorizar.
 * todas as fotos não assinadas por mim são de autoria do próprio hotel , disponibilizadas publicamente no facebook.



Ainda em tempo, quero comunicar que houve mais uma edição do BookCrossing Blogueiros , onde nós blogueiros libertamos livros , tiramos da estantes e soltamos no mundo para que outras pessoas tenham a oportunidade da leitura. Amanhã publico minha participação dessa edição.

via










abril 11, 2015

Sofitel Jequitimar Guarujá - nosso fim de semana ... Parte II

Continuando...

A introdução dessa publicação esta aqui e, continuando ...
Vou mostrar algumas fotos e falar mais um pouco sobre o final de semana, e principalmente do hotel, que é um 'estrelado' hotel de luxo do litoral paulista, e  do que foi bom e do que foi ruim.
A primeira coisa que quero comentar é, que eu não devo ser dessas pessoas que encontra atividades facilmente. No hotel tinha mil e uma coisas para fazer, pelo menos é o que todo mundo fala quando escreve sobre ele e, é também o que esta escrito nos quadros de aviso das atividades espalhados pelo local e até nos elevadores MAS, não vamos contar o SPA que, como eu disse , tinha um problema inesperado acontecendo e , o uso das dependências do SPA não estavam disponíveis.
Eu não achei muita coisa para fazer e, confesso que,  tirando os banhos de piscina, passei o final de semana comendo. Então podemos colocar isso na 'conta' do hotel : lugar perfeito para adquirir quilos extras !

Vamos voltar ao ponto em que esperavamos nosso quarto: Como eu disse, ficamos por horas aguardando a liberação do quarto e, isso nos deu tempo de explorar o hotel , e vimos as alas norte e sul do mesmo, onde eu comento haver a separação dos hóspedes por valor de quarto. A ala norte, onde ficamos é bem mais simples, inclusive na decoração dos corredores. A ala Sul tem mais quadros nas paredes, mais mesas e poltronas em  cantos  estratégicos , tem grandes janelas com vista para a entrada do hotel ( que é bem bonitinha)  e espaço mais amplo nas áreas comuns dos elevadores. Ah, e tem também um grande pátio de uso comum no último andar , que da vista para o mar e para o condomínio residencial do Jequitimar Guarujá. Enquanto que na ala norte, temos corredores com janelas menores e com vista para a área interna do hotel , onde parece, estão as dependências da lavanderia  e outras atividades dos funcionários do hotel. Achei meio sem graça isso, vou te dizer que por R$ 900,00 ( meia pensão ) eu achava que deveria ter um jardim ali , quem sabe com uma cerca viva talvez, para separar as áreas e, o hóspede ter algo mais bonito para olhar quando passar por ali. Se bem que, quase todas as janelas são  mantidas com  as leves persianas de bamboo  fechadas.

Enquanto esperavamos o quarto, foram várias horas como eu já disse, tivemos tempo de tomar o café da manhã também. Sobre as refeições e os funcionários,  quero escrever à parte, por isso vou deixar para a próxima publicação.
Depois do nosso café, de explorar o hotel e de não ter mais o que fazer, já que não concordamos em nos trocar no banheiro do lobby do hotel para usar a piscina ( como nos foi sugerido ), sentamos numa das áreas de espera e ficamos aguardando o tal telefonema para nosso celular que, não foi feito nunca.

Aqui, do sofá onde eu estava, tirei uma foto do espelho d'água no lobby do hotel. Esse espaço , já deixei claro que, além de achar cafona, achei mal aproveitado mas, quem sou eu para dar pitaco né?
Tem quem acha isso daí o máximo. Eu só vi uma utilidade para ele, novamente a de separar os hóspedes por categoria. Ele vai de uma ponta a outra da construção, em cima esta a área central que, eu acho, é usada pelo pessoal do hotel,  pelo que percebi o SPA fica ali, o restaurante Brisa também, o 'cinema' que prefiro chamar de sala grande com TV,  e provavelmente, outras áreas de circulação do pessoal do hotel. 
Por que eu digo que o 'piscinão' separa  ? Simples, porque ele ocupa quase toda a extensão e, se  voce quiser ir de uma ala  para a outra, voce tem dar a volta toda , é até ridículo ...rs .
Ele , inclusive, continua lá fora em direção a praia e, não estava como na foto ai de baixo ( que eu peguei na internet ), meio judiado, com algumas pastilhas faltando e sem a cascata de água. Talvez para economizar energia elétrica e, nesse caso , tudo bem !

via
Já a área da piscina é bem interessante, embora não seja imensa como aparece nas fotos, ela é grande , tem várias profundidades e o conjunto é muito legal !


a ala norte tem as varandas com vista para a piscina e para o mar.



A vegetação ao redor é luxuriante e, dá aquela sensação de paraíso à beira mar. 
À disposição dos hóspedes, tem várias espreguiçadeiras e guarda sol, uma estação de toalhas, é só chegar e pegar. Tem um bar dentro da piscina, tem atividades para as crianças na água , brincadeiras e até aula de surf  ( eles aprendem a se equilibrar na prancha de surf ) , salva vidas  e outras coisas legais.
Tem um lago grande ,  cheio de carpas que as crianças podem alimentar.



As crianças tem bastante coisa para fazer, há recreadores e, lugares como o espaço kids , tinha até 'discoteque' ... eu quase fui pra lá para me divertir ! Eles estavam melhor do que nós adultos  =P
Ainda na área das piscinas, eu simplesmente ADOREI o instrutor de hidroginástica , um cara alegre e com uma aula leve e divertida, faz o pessoal trabalhar o corpo dentro da água. A trilha sonora das aulas é a melhor... algo meio brega , meio gay ... ele, o instrutor,  é uma atração à parte !

veja ele em destaque no solzinho :)

O final de semana não estava de sol mas, estava bem agradável então , banhos de piscina e passeios na praia foi o que fizemos. O hotel fica 'pé na areia' , ou seja, voce sai dele e já pisa na  praia de Pernambuco - Guarujá .  Sobre a praia ...
Bom, fiquei chateada.
Eu não conhecia o Guarujá, pouco fui ao litoral sul de São Paulo , isso porque cresci indo para o litoral norte onde mora uma parte de minha família.  Lá, ainda hoje e apesar das praias estarem cada vez mais poluídas, ainda há algo de mata nativa e areia fofa, águas verdes ...
Nessa praia de Pernambuco, onde fica o hotel, tem uma coisa muito interessante e, que eu estava louca para fotografar. Em uma das extremidades da praia , ali ao lado do hotel, há a formação de uma pequena baía , conhecida como Mar Casado. Essa formação tem uma peculiaridade, há uma faixa de areia com mar dos dois lados e, em todo lugar que voce lê sobre essa praia, haverá a descrição de uma praia LINDA e paradisíaca mas... gente,  é mentira!
Me desculpem os locais mas, nada ali se assemelha a descrição, a praia tem uma areia batida escura, cheia de coisinhas brancas que, de longe achei que eram conchas mas, qual não foi minha decepção quando vi que se tratava de pedaços de plástico e outras coisas pequenas, mas tudo  LIXO.
A água do mar também não era verde ...
O que deveria ser assim:

eu esperava ver a praia assim...


Era assim:


Tudo bem que eu sei que, com sol pleno tudo fica mais bonito, até o mar. Mas, o sol não muda o fato de haver lixo na areia. Não entendo porque as pessoas não cuidam mais dos lugares como bem comum, todas as pessoas deveriam ter essa mentalidade, garanto que nosso litoral e todos os lugares de nosso País seriam muito lindos!

Por outro lado, voltando ao hotel, lá do último andar da ala sul, tirei umas fotos até bonitas , mas o fato é que, isso se deve a vegetação lá cultivada. Veja:




Das janelas dos quartos, de um lado a outro, tem muita vegetação. Os coqueiros dão um toque de 'hawaí' ao local , tornando tudo bem agradável.
Mas, como eu já mostrei para voces, das janelas dos quartos da ala norte, tem coqueiro demais...ahaha




Enquanto que, da ala sul, a coisa é mais legal, a gente vê muita coisa além dos coqueiros.
Olha o detalhe daquela varanda no último andar , do lado direito da foto. Ali é a varanda do quarto mais caro do hotel. Chic né?


Saindo do hotel, tem um mini shopping center e uma pizzaria. Um de cada lado do hotel, com acesso fácil pela entrada do mesmo, sem precisar sair à rua. É uma comodidade para nós que vivemos no agito da capital e sentimos falta dessas coisas. Mas, para falar a verdade, eu andei por lá , mas não fiz compras , não havia nada que me interessou e, pelo que eu vi nas vitrines, preço nada convidativo para aquisição de coisas comuns.


Já o pequeno mercado da rede pão de açúcar que esta instalado no final desse corredor, esse sim, foi útil !
Como eu já falei antes, já fui para Europa e fiz boas refeições comprando comida no supermercado, o que torna a refeição interessante porque voce sempre pode provar coisas que voce não conhece e que não são comuns em sua região e, ainda economizar porque comida nunca é barato !
Tinhamos três opções  de restaurantes, o do hotel que serve as refeições cujo valor esta incluso na diária do hotel e, outros dois à la carte, que servem culinária francesa e frutos do mar.
Gente ... nem pensar né? Onde eu pagaria uma fortuna por um prato desses em hotel de luxo?
Mas,  nem que eu tivesse dinheiro para isso.  Não Pago !

Nós vimos ainda, quadras para futevolei, quadras de tenis, quadro de basquete e outros desportos , a pizzaria e um bar lounge em um enorme deck  que poderia ainda ter um espaço para balada , o que seria bem interessante .
Não  vimos a academia,  e nem o  SPA que, se não me engano, segundo uma tabela de preços que estava no quarto, uma sessão de meia hora de algum tratamento de massagem, estava em torno de R$ 130,00 . Chego a conclusão que, a vida é divertida  para quem tem dinheiro.
Continua ...












LinkWithin

Related Posts with Thumbnails