janeiro 10, 2015

arroz negro e feijão branco

E, hoje vamos experimentar o tal arroz negro.

Quer dizer, na embalagem esta escrito arroz preto , o que acho muito certo mas, em tempos onde todo mundo vê racismo em tudo, melhor não facilitar, afinal a tal nova ministra da 'igualdade racial' do atual governo do Brasil quer banir obra literaria de Monteiro Lobato por entender ser racista...  Isso mesmo, o sítio do Pica-pau Amarelo, é mole ? Logo ela vai querer apagar a História, passando uma borracha na escravatura, como se não houvesse acontecido.
* Claro que aproveitei o gancho - queria mesmo comentar sobre o assunto mas, não quero me aprofundar, por isso digo apenas que, criar ministério de igualdade racial é no mínimo RACISTA , é segregar! O Brasil anda para trás minha gente ... isso e outras pérolas para camuflar a corrupção que o Brasil e brasileiros vem sofrendo há mais de 12 anos !

Mas, voltando ao arroz...
Diz na embalagem que é um produto de sabor exótico e marcante, cheio de vitamínas, ferro e proteínas, ômega-3, e minerais,  baixo teor de gordura, rico em fíbras,  não contém glúten e, vários outros benefícios.
Só não gostei do preço mas, se tratando de um produto de 4 mil anos, deve valer à pena!

No histórico diz: com sabor acastanhado, aroma diferenciado, exótico e marcante, o arroz preto é um dos mais antigos tipos de arroz colorido que existe no mundo. De alto valor nutricional, é originário da Ásia e sua cor muda para um roxo escuro após cozido. ( No mínimo é bonito! )
Na China, onde começou a ser cultivado há mais de 4 mil anos, o arroz preto era exclusividade dos imperadores. A lenda diz que é afrodisíaco, o que garantiu a ele o nome de 'arroz proibido' ... ( ah gente, isso é bobagem hein , essa gente come tudo que se mexe justificando que é afrodisíaco ... afrodisíaco é a mente humana, e só ! )
Mas, foi o sabor exótico e aroma diferenciado que conquistou os chefs de países da região do mediterrâneo.


Na embalagem tem as dicas do chef, que incluem servir o arroz com lascas de bacalhau e pimentão verde, ou  camarões refogados no alho ou ainda com linguiça toscana e cebolas. Entre essas opções, por motivos óbvios porque, janeiro não é um mês em que o dinheiro esta sobrando, faremos com linguiça que dentre as opções é a mais em conta mas, iremos complementar com o feijão branco.
Ou seja, iremos comer hoje arroz com feijão, como sempre, mas com cores invertidas. Quer prato mais típico do Brasil do que arroz com feijão ?
Depois eu falo se agradou, bom final de semana à todos !

 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Não seja timído , deixa um recadinho ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails