abril 28, 2014

feira do queijo d'A Queijaria


Foi passado e, foi ruim!
Infelizmente, quando a gente faz uma propaganda inteligente, o evento tem que ser tão inteligente quanto.
Não estou querendo detonar A Queijaria mas, merece!

No dia 18 de abril, seguimos para a Rua Aspicuelta , na Vila Madalena, bairro boêmio e muito simpatiquinho aqui na cidade de São Paulo para prestigiar, e claro, comprar uns queijos. Nós, apreciadores de queijo, estavamos aguardando a 1° feira de rua de queijos, ansiosamente.
Como voce pode ver ai na foto, que foi divulgada principalmente pelo facebook, havia a expectativa de mais de 100 queijos artesanais brasileiros, embutidos, bebidas, geléias e guloseimas, etc ...
Na foto não fala mas, na divulgação on-line,  falava-se de algo entre 10 a 15 barracas. Bom, voce vendo isso logo chega a conclusão que, chegando lá ia encontrar , realmente na rua, as barracas, os produtores de outros estados e de São Paulo com seus produtos e, daí era só aproveitar o dia lindo e comprar o que fosse possível.

Quando chegamos próximo do local, já na rua Aspicuelta , conhecida principalmente por seus bares boêmios e seu nome difícil, já fiz o comentário sobre a estranheza de haver tanta gente descendo a rua e outras subindo, SEM queijo na mão.
Havia uma multidão, sem brincadeira. Era intenso e, sabiamos que aquelas pessoas estavam indo à feira da loja queijaria. Descemos a rua e fomos ao endereço, chegamos e notamos que havia muita gente , ou seja: a propaganda foi muito bem feita e atingiu um público faminto por essa novidade. Uma surpresa foi saber que tinha gente de outros municípios ali que vieram  especificamente para o evento.

Mas,  surpresa mesmo foi ver que na rua haviam " 4 " barracas, sendo apenas uma de queijos. Uma fila grande para passar por essa barraca para degustar uma lasca do produto e decidir se queria comprar ... uma fila gigantesca para entrar na loja e ver o que havia lá dentro.
Os que ficaram, estavam na fila ha muitos minutos e, aquilo não andava!  Os que não ficaram sairam de lá falando a verdade, ou seja, que  foi um fiasco!
Eu acho que , quando o evento é legal , merece a menção , as pessoas tomam conhecimento e vão lá prestigiar e, quando for o próximo mais gente vai.
Por outro lado, quando é ruim, a gente também tem que falar !

Todas as pessoas que comentam sobre o evento , que eu tenho visto, não tem uma palavra de agrado da situação. Foi realmente ' broxante' !
Já estava me vendo saindo de lá com os queijinhos para uma degustação com meu amor ... fiquei frustrada e ele também. 
Solução de muitos, assim como nós, foi sair de lá e ir direto aos pontos onde sabemos encontrariamos bons queijos e preços variados, até uns com preço melhor o que nos permitiria fazer nossa pequena mesa para aquele sábado.

Então , fica aqui a dica para o pessoal d'A Queijaria que, organizou ( mal organizada) essa feira que prometia ser um sucesso.
Na próxima, SE houver uma próxima, façam o que prometerem. Tratar o consumidor como otário não é uma boa maneira de conseguir clientes.
Outra coisa e, isso é  uma pergunta, em que mundo voces vivem?
Já deveriam saber que, internet é uma ferramenta poderosa. Tudo que vai para rede tem um grande alcance, agora mesmo, tem gente do mundo todo lendo o que escrevi sobre voces. Uma pena,  né? !


Nossos queijos para nossa mesa de degustação vieram de outro lugar ...



abril 21, 2014

As Mil e Uma Noites e BookCrossing

Este ano decidi fazer uma coisa diferente para o BookCrossing Blogueiro, a 8° edição do evento e a minha 5° participação.

Desde o começo, eu libertei apenas um livro de cada vez e, sempre um que tivesse pertencido a mim.
Eu pensei sim e, por todas as vezes, comprar um livro de segunda mão e deixar por ai mas, então não haveria o sentimento de desapego, porque não tenho vínculo nenhum com o livro e, enquanto isso, os meus livros que estão lá parados nas prateleiras, gavetas e cantos da casa, continuariam lá.
Não sei exatamente a razão disso mas, acho que era o certo à fazer, ao invés de,  ir ali comprar no sebo para doar, doar algo meu ... libertar!
Dos meus livros, cada um que vai tem uma história ... é sempre difícil mas, no final é tão libertador.
Tal qual  o livro liberto, passa a ser minha, a história viajando por ai aos olhos de outros leitores.

Este ano, motivada por alguns fatores, resolvi que libertaria mais que um livro, na verdade, uma edição de luxo contendo dois exemplares.

Para contar como foi, vou antes falar de um período de minha vida.

" Teve início em 1993, já se passaram quase 14 anos !
Tinhamos um grupo de quatro mulheres, amigas até os dias de hoje...
Atualmente três são casadas e com filhos...adivinha quem ainda está solteira e sem filhos? Mas, ainda gosto disso...de ser assim.
Bom, voltando a dança, aqui tem fotos de nossa primeira apresentação pública, tem fotos das festas que fizemos e que tiveram maior significado para mim.
Atualmente não danço com frequência, o que é uma pena poís, é delícioso dançar.
Mas, essas amigas continuam amigas e sempre nos encontramos e fazemos coisas legais juntas.
Momentos felizes de minha vida!
A minha primeira apresentação pública, festa Árabe realizada aqui em São Paulo, primeira edição do "Mercado Persa" , essa festa é realizada até hoje, atualmente no Clube Sírio. " 
- Publicação feita aqui mesmo no blogue em 21 de outubro de 2007, infelizmente o google sumiu com as fotos postadas.
Essas mulheres que menciono ainda são minhas amigas, das quatro, apenas uma continua a se apresentar em eventos. 
Para a maioria das mulheres que caminha pelo aprendizado e arte da dança do ventre, fica muito forte a vontade de desvendar a cultura Árabe. Muitas aprendem até o idioma!
 
Um dia antes da data começo dessa edição do BookCrossing , eu ainda não tinha certeza do livro que iria libertar. Porém, vi uma foto de uma amiguinha que me chamou a atenção e, naquele momento eu decidi qual seria o livro e, que ele teria destino certo.
Jennifer  eu conheci namorando com o meu cunhado, hoje eles estão amigos ( penso que logo namorados outra vez... quem sabe? ).
Ela começou na arte da dança do ventre e, esse ano fez sua primeira apresentação pública.  Vi algumas fotos do evento e, como aluna tenha certeza que sua busca pelo conhecimento da cultura esta fervilhando. Para adicionar mais fervor, ela é bibliotecária de profissão.
Imagina o que isso vai dar?

O rapaz já ficou animado quando eu contei para ele sobre o evento, e o que eu iria fazer. Ele disse que ela iria adorar e, tenho certeza disso!
Ele ficou com os livros para  entregar para Jennifer. O esperto já queria esperar o dia dos namorados pra fazer a entrega...  ( não te disse??).
Então, essa é minha participação na 8° edição do BookCrossing Blogueiro.
Libertei As Mil e Uma Noites , edição  com dois exemplares, caixa e capa todo trabalhado e com detalhes em gotas douradas, por si só um luxo!




" O que contém as Mil e Uma Noites
O verdadeiro livro das Mil e Uma Noites, na sua forma completa, não é obra cuja leitura possa ser aconselhada para crianças ou adolescentes. É um livro profundamente contra-indicado  sobre vários aspectos , pois muitos dos seus contos foram imaginados com a finalidade exclusiva de divertir adultos.
Esse livro, que a saudosa poetisa Cecília Meireles Considera glorioso, encerra em suas páginas senões bem graves: erros e anacronismos. 
Quando observado numa tradução, não escoimada da parte obscena, vamos encontrar na imensa cadeia das Mil e Uma Noites: 
Contos Maravilhosos e de aventuras;
contos de amor e intrigas de namorados;
romances de viagens;
aventura de cavalaria e guerra;
lendas fantásticas cheias de crueldade;
cenas de zombaria contra judeus e cristãos;
contos do gênero policial;
anedotas brejeiras e pornográficas;
episódios fantásticos e obscenos;
lutas religiosas;
parábolas e apólogos;
fábulas;
histórias de erudição ( até com problemas de matemática).
E, todos os capítulos são enriquecidos por delicados trechos poéticos nos quais transparece a  beleza, a suavidade e o encantamento dos versos árabes." - ( parte da apresentação do livro aos leitores)



Livro denso, merece uma leitura calma para absorver os detalhes. Confesso que nem sempre achei sua leitura agradável, nessa lista ai de cima, eu acrescentaria conotação machista em quase todo o livro mas, acho que nem precisa né? 
Os contos são narrados por Cheherazade ( como esta escrito no livro) para o rei da Pérsia  todas as noites, para que o destino de muitas mulheres não fosse a morte certa.



" Chahriar ordenou ao grão-vizir que levasse a filha de um dos seus generais do exército. O vizir obedeceu-lhe. O Sultão dormiu com ela, e no dia seguinte, entregando-a para morrer, ordenou-lhe que procurasse outra para o dia seguinte. Por maior que fosse a repugnância do vizir em executar semelhantes ordens, como devia obediência cega ao sultão, viu-se obrigado a submeter-se. ... Enfim, todas as noites casava-se uma donzela e todos os dias morria uma mulher. "

O Vizir era pai de Cheherazade, moça inteligente , culta e aplicada nas artes e estudos, além de grande virtude e beleza extraordinária. Um dia , em uma conversa :

" - meu pai, peço-vos uma graça, e suplico-a muito humildemente.
   - Não te recusarei _ respondeu ele_, se for justa e razoável.
   - Mais justa não há, e vós podereis julgar o que vos afirmo pelo motivo que me obriga a solicitá-la. Pretendo deter a barbaridade do sultão sobre as famílias da cidade. Quero eliminar o justo temor que tantas mães tem de perder suas filhas de modo tão terrível. "



E, assim começa a história, Cheherazade casa com o sultão e não morre no dia seguinte porque , o sultão quer ouvir sua narrações, e sempre continua na próxima noite. Cheherazade à cada noite narra um conto e, assim segue durante As Mil e Uma Noites...







abril 14, 2014

o mal da melamina

Estava procurando algumas peças de louças novas para meu ' lar doce lar ' , motivada por essa onda de positivismo e alegria por agora ter uma casinha minha quando, caí na real:  louças são coisas caras!
Adquirir peças bonitas e funcionais não é fácil. Uma peça em porcelana pode custar várias notas do seu dinheirinho.  Por exemplo uma dessas mini cumbucas para petiscos e degustação  custam em torno de 7 / 8 reais ou mais!
Fala sério... não acomoda nem meia dúzia de azeitonas, como pode custar isso?
E, esse é o preço de uma única peça, imagine se voce quiser comprar no mínimo meia dúzia? 

via
Quando voce vê os preços, acaba desistindo da porcelana e, começa a pensar de maneira mais modesta ... quem sabe um acrílico ou coisa parecida.
Ando vendo muitas peças bonitas em um material  mais em conta. Além de cores bonitas e muitos desenhos e padrões,  preço melhor, e não se parecer com plástico porque tem um brilho bonito, ela esta em todos os lugares,  o que torna a peça uma alternativa interessante.
Seu nome: MELAMINA.


via

A melamina  invadiu nosso país, voce encontra em qualquer  loja.
Mas, nem tudo que reluz é ouro!
Pesquisando sobre o material, e foi por acaso (confesso! ) , vi que apesar de todo charme , isso incluí o preço atrativo e também o visual , o material não é nada bom pois ele é TÓXICO!
Acredito que a maioria de voces não tinha a menor ideia sobre esse fato.
Veja o que já se sabe sobre a melamina e que não vem escrito na embalagem do produto:

Melamina é uma substância alcalina, considerada um trímero da cianamida, com 66% de sua massa composta de nitrogênio.
É usada na fabricação de plásticos (com formol) e produtos antichama (pois libera nitrogênio quando aquecida, propriedade compartilhada por outro composto relacionado, a dicianodiamida ou cianoguanidina). 

Também é produzida como metabólito após a ingestão de ciromazina, um composto usado como pesticida.
Infelizmente, também é usada para adulterar testes por conteúdo de proteínas (quando dosadas por nitrogênio), em alguns produtos alimentícios. O produto é diluído e a melamina adicionada para "repor" o nitrogênio da proteína, porém sem valor alimentício.

 Dizem que a China irá conquistar o mundo , e eu não desacredito. Afinal, se voce olhar as etiquetas dos produtos que temos em casa, quase tudo é fabricado na China.

Sobre a ração animal, tenho um pensamento que muitas marcas devem utilizar esse recurso pois, nos últimos anos vem crescendo assustadoramente o número de animais com câncer e falência de orgãos. Em minha opinião, tudo por razão dos componentes das rações. Depois de saber disso, agora tenho  certeza sobre minhas suspeitas.
* Para quem não sabe, há mais de 20 anos sou criadora de cães da raça collie pelo canil Fairieland e, protetora independende de cães  de rua. 
Inclusive, em uma ocasião dessas, conversando com uma criadora americana, quando eu disse a ela que costumava usar a ração Eukanuba para meus cães filhotes , desde o desmame até pelo menos aos 8 meses, ela realmente me criticou. Eu confesso que não entendi nada, afinal a tal ração em questão é conhecida mundialmente e famosa por ser considerada uma das melhores rações para cães, e certamente uma das mais caras. Sempre foi uma das mais caras encontradas aqui no Brasil.
Mas, os criadores americanos (meus amigos) ,falando nada bem dela , eu já fiquei preocupada. Aí eles me  disseram que a ração dessa  marca que estava sendo consumida nos Estados Unidos da America era de fabricação Chinesa e estava contaminada. Na época não entendi a razão desse comentário mas, hoje sei que, foi encontrado no produto a melamina. 

Mas, voltando as louças e utensílios, essas peças  que podem ser tão charmosas e bonitinhas, não são mais tão interessantes  assim, concorda?

via
E, agora parando para pensar, vi que muitas das peças são pratos, copos, talheres e potinhos decorados para uso infantil.
Pesquisas feitas  apontam o produto como altamente tóxico porque liberam partículas de nitrogênio, principalmente quando aquecidas, por isso elas costumam vir com o aviso de que  não devem ir ao micro-ondas. O produto pode ser tóxico mesmo sem ser aquecido. O próprio manuseio e limpeza podem 'desgastar' as peças liberando as toxinas , essas se acumulam nos rins , trazendo o risco de câncer e falência, o que pode fazer com que uma pessoa tenha que se submeter a hemodiálise, e isso é para o resto da vida.

E, quanto aos fabricantes de louças e utensílios em malemina, sabemos que os Chineses lideram.
Não sei se irão conquistar o mundo mas, se continuar assim, certamente irão acabar com ele.
Se voce, assim como eu , não sabia sobre os malefícios dos produtos fabricados em melamina, fica a dica para que voce pesquise e tire suas próprias conclusões. Eu vou continuar na esperança de montar minha cozinha degustação em porcelana, aos poucos eu chego lá.
Muitas vezes, o barato saí caro!






abril 07, 2014

Biblioburro - 8° BookCrossing Blogueiro

E, o BookCrossing Blogueiro esta chegando, voce já pensou em participar com a gente?
Veja aqui todos os detalhes para que voce participe, é fácil, divertido e faz bem demais!

Hoje estava passeando pelos blogues e, dei de cara com essa publicação no blog Rosa147.

*
 Luis Soriano quis dividir seus livros com as crianças de aldeias sem acesso à leitura


"Se eles não têm biblioteca, temos que inventar uma".
Com essa motivação o colombiano Luis Soriano começou a levar livros aos povoados de seu país onde as crianças não têm acesso a livros. O meio de transporte é a força dos burros Alfa e Beto."


via

Foi uma coisa tão contagiante que decidi pegar emprestado. O restante da história ela conta...veja lá!
Queria que voces olhassem isso e pensassem comigo: tem gente que precisa tanto de um livro que, vale procurar na sua estante algum que voce não pretende reler, e voce pode 'libertar' esse livro e ter aquele sentimento bom de ter compartilhado sabedoria.
Então , fica o convite:

edição do BookCrossing Blogueiro de 16 a 23 de Abril de 2014 - Participe!



abril 01, 2014

8° edição do BookCrossing Blogueiros

Você já pensou em "Libertar" um livro da clausura da estante?
http://luzdeluma.blogspot.com.br/search/label/Bookcrossing

O BookCrossing Blogueiro foi inspirado no BookCrossing - um movimento que acontece fora do mundo virtual – e nada mais é do que o ato de “libertar” um livro com a finalidade de difundir o hábito da leitura. E nós que adoramos ler, sabemos que um livro fechado na estante tem o mesmo valor de páginas em branco. Para valer, ele precisa ser usado e apreciado! Vamos compartilhar esse livro que você já leu e que não pretende reler?

 
Suzana Martins compartilhou essa imagem

 
Assim é a chamada para o evento que, acontece duas vezes ao ano e, que conta com a participação do mundo blogueiro.
Essa edição de 16 a 23 de Abril de 2014 será mais uma dentre as minhas participações.

Caso voce tenha interesse em participar, aqui tem a página do evento no Facebook.
Aqui o blog da Luma que organiza o evento e, o lugar onde voce pode pegar seu banner para ajudar a divulgar. 
A coisa é simples e bem divertido,  por experiência própria, posso dizer que a primeira vez é muito difícil mas, a sensação do desapego realizado é muito gratificante, voce deveria experimentar, participe!







LinkWithin

Related Posts with Thumbnails