novembro 30, 2013

Menos é Mais !

Tenho certeza que voce já ouviu essa frase. E, para ser sincera, ela funciona e resolve quase tudo... exceto quando se trata de dinheiro!

Tem algum tempo que venho exercitando minha mente ao desapego. Tudo começou com as coisas que ficavam sem uso no armário e depois , aos poucos, com muito sofrimento aprendi a desapegar dos livros e de objetos que guardava.
Engraçado que o desapego aos livros e, alguns objetos em particular, é mais difícil de praticar do que doar roupas e sapatos!
E, se havia alguma resistência de minha parte em aprender ( exercitar) o desapego, a barreira caiu por terra com essa nova fase de morar sozinha. Nunca em minha vida imaginei que limpar casa era algo tão cansativo!

Nessa hora, sempre lembro de minha mãe reclamando da poeira constante que cobre  os móveis da casa, não importando que voce tenha limpado tudo ontem... hoje tem poeira lá!
Imagino que acontece nas grandes cidades por causa da poluição. Nossas casas também sofrem com ela. 
Só sei dizer que é trabalho que não acaba nunca!
Eu não tenho dinheiro para pagar uma ' secretária do lar ', como agora são chamadas as prestadoras de serviços domésticos. Então, o negócio é, me encher de vontade e pegar logo essa vassoura ... limpar e organizar tudo, se livrar logo de tudo que não tem utilidade  na casa ... ou é isso ou, nos tornamos acumuladores!
Acumuladores são pessoas com uma disfunção mental e tendem a guardar e acumular coisas de que não precisam, porque não conseguem se desfazer delas, e daí para frente, tornam a vida deles e de quem mais morar na mesma casa, um inferno de bagunça e sujeira.


Aprendi em pouco menos de quatro meses, o tempo que estou morando sozinha como, decorar a casa sem gastar muito e sendo bem atual.
Simples: quanto menos móveis e coisinhas voce tiver espalhados pela casa, mais fácil limpar. A 'pegada' é ser minimalista. 
Não quer morrer limpando? ... pense nisso: Menos é Mais!

via




novembro 17, 2013

Hot Rods, Oldies & Rock N'Roll

Fui a um evento de carros antigos e hot rods. Muitos carros lindos, Elvis e outros nomes tocados por bandas e gente dançando, estava muito bom, embora os preços de estacionamento, entrada e produtos estivessem um pouco acima do esperado. 
Não tem muito mais do que este comentário pra fazer:

"Carros lindos! Sorte dessa gente que tem dinheiro para montar , restaurar e manter um desses carros."

Veja algumas fotos que eu tirei e outras na página oficial do evento Hot Rods Brasil 2013.


































Eu e o namorado no clima do evento, ao lado de um hot rod.




novembro 12, 2013

BookCrossing Blogueiros ... Here We Go!

Amanhã é o dia da 'libertação' do meu livro... seguindo a programação do evento virtual do Book Crossing, eu ainda não sei onde , nem como mas... o meu livro vai embora amanhã!
Desta vez, diferentemente das outras vezes em que participei, escolhi um livro didático.

Porque falar Inglês é importante, porque aprender qualquer outro idioma que seja engrandece a pessoa como profissional e, o mais importante, aproxima pessoas e culturas.

Lembro das primeiras vezes que troquei correspondência com estrangeiros...
Eu era uma garota de aproximadamente 16 anos e tinha uma sede de conhecimento que era absurda. Na verdade, minha sede era muito específica , eu queria conhecer pessoas do mundo e poder me comunicar com elas.
Naquela época, o único Inglês que eu tinha, era o que nos ensinavam nas escolas e, infelizmente era muito ruim e pobre. Não aprendi quase nada  e, não tinha dinheiro para ter aulas particulares. Isso me frustrava ...
Ai, tive uma ideia !

Comprei um exemplar do jornal Primeira Mão porque sabia que tinha uma seção onde pessoas do mundo todo anunciavam em busca de troca de correspondência. A maioria dessas pessoas, acho eu, tinha em mente conhecer alguém e ser feliz ... internet era coisa do futuro, não havia outra maneira de trocar informações , mensagens e fotos e, muito menos arrumar namorado (a) ou casamento com estrangeiros. 
A internet surgiu em meados de 1960 mas, os populares só tiveram acesso a tecnologia muitos anos depois.
Então, o que tinhamos era o bom e velho correio e, as trocas de cartas...

Eu procurava alguém para trocar correspondência e, assim aprender a me comunicar em outro idioma. Minha primeiras cartas escritas em Inglês eram péssimas e, por isso mesmo, acredito que apenas outras pessoas de língua não inglesa me responderam, talvez porque soubessem tão pouco quanto eu, afinal é sempre mais fácil quando se esta no mesmo nível.  
Conheci muita gente nessa época e, as cartas demoravam semanas para chegar ...
Nem sempre funcionava, porque eu não estava atrás de relacionamento à distância , o que eu queria era treinar o meu parco Inglês.
Mas, na verdade, esse processo não me ajudou em nada no aprendizado porque, as pessoas que respondiam eram tão ruins ou pior que eu no idioma, ai fica difícil! =D

Comecei a melhorar depois que o advento internet surgiu em minha vida. Hoje até sei muita coisa, é claro que, como autoditada  não tenho o melhor dos 'ingleses' mas , eu persisto!
E, por essas e outras, nessa minha participação irei doar um livro que, ensina Inglês utilizando frases feitas ( e traduzidas), colocando  a disposição do leitor a possibilidade de aprender palavras novas, construções de frase e, habilidade de leitura de textos.
Com a copa do mundo se aproximando, aprender alguma coisa pode ser bem interessante, e é divertido ter amigos no mundo todo e poder comunicar-se com eles.
E, ainda tenho uma dica, caso alguém tente aprender mais com a leitura mas, fica sem saber como  pronunciar , é só usar o google tradutor, lá voce tem uma ferramenta interessante, um ícone de auto falante que, quando acionado, permite que voce ouça a frase escrita no idioma selecionado.
Então, irei largar por ai um livro que, eu sei, pode ajudar no aprendizado e, espero que quem o encontrar faça bom proveito. 
Chega de falar coisas como 'Sarava Bit ' ou ' Moder Foca'  ....ahahah

powered by google


E, como diz minha amiga Luma ,  KEEP CALM and READ a BOOK.






P.S -   Fazendo uma pequena atualização para contar como foi que libertei meu livro , hoje 12/11 , dia posterior a essa publicação.
Na verdade, não havia planejado como iria fazer, mas quando saí para o trabalho, já levei o livro comigo. Chegando ao meu endereço, entrei no prédio e, entre um 'bom dia' para a recepcionista e a busca pelas chaves de minha sala, deixei o livro sobre a mesa da recepção.
Depois de uns minutos ela me avisa que esqueci meu livro, e que ela tinha tomado a liberdade de olhar ... queria emprestado. Bom, estava resolvido, dei o livro para ela e contei do Book Crossing  e , The Book is on the Table  =D







novembro 05, 2013

Vamos doar letras?

Hoje eu li uma frase bem bonitinha, que era assim:

" cresci no meu de livros ... fazendo amigos imaginários "

Daí, eu fui lá e compartilhei uma foto com a pessoa , essa foto.


Viajar por esse mundo mágico da leitura é algo maravilhoso e, é realmente muito triste que alguns não tenham tantas oportunidades quanto outros. 
Em um mundo onde ainda existem um grande número de analfabetos e outros tantos que são pobres e não podem comprar livros, guardar livros que já foram lidos é, muitas vezes, um desperdício. Se voce pensa como eu...  há sempre uma oportunidade de ajudar e doar um livro.
Bom momento para compartilhar também a informação que, entre os dias 08 e 16 de Novembro,  eu e mais um monte de blogueiros estaremos participando do 7º evento virtual do ' BookCrossing Blogueiro ' , que é na verdade, uma versão virtual de um evento real.
Então para voce entender melhor, e caso queira participar também, é só visitar o Blog da Luma e pegar informações, seu banner e deixar seu link
Vamos entrar nessa de libertar um livro e difundir a leitura, faz bem pra gente e para os outros também.








LinkWithin

Related Posts with Thumbnails