abril 13, 2008

contando um 'causo'

Este final de semana eu e minha irmã Samanta fomos a Ibiúna visitar a casa nova de nossos amigos Imara e César
Na casa nova eles tem espaço de sobra para os cães, tem uma vida sossegada, quase vida de interior, sim porque apesar de parecer interior, Ibiúna é aqui ao lado, dá uns 40 minutos de São Paulo, da capital.
Os cães estão felizes porque tem 'coisas novas' para fazer...latir para os pássaros, 'cavocar' buracos para todos os lados e, quando caem os frutos das árvores é aquele banquete !!
Levei três dos meus cães comigo, eles brincaram e aproveitaram o passeio ao máximo...só que como não são cães 'Caipiras' eles não entenderam como comer o abacate que cai do pé.
=)
Os cães da Imara já sabem!
Eles nos receberam com um maravilhoso almoço, estava uma delícia.
A Imara cozinha super bem e o César, porque eu não como carne, fez um milhão de saladinhas para mim.
Depois nos divertimos com nossos cães e colhemos frutas para trazer para casa.
Passamos um dia lindo e agradável em companhia deles e na volta , paramos na estrada e compramos uma porção de delícias por precinho de banana !
Pinhão e alcachofras , fresquinhos e super baratinhos.
Agora vou contar um 'causo'.
Logo que chegaram a casa nova, César e Imara tiveram que fazer alguns arranjos para melhorar o lugar.
Uma das coisas urgentes era podar uma árvore que estava na lateral do portão de entrada e que de tão espalhada , estava atrapalhando.
César foi lá e começou o trabalho, durante a tarefa ele começa ter coceiras no corpo e fica 'empolado'.
Depois que terminou a tarefa, ele já estava todo cheio de bolotas vermelhas e coçando inteiro, o que o levou a pensar que algum 'bichinho' picou ele.
A gente que não tá acostumado com vida do campo sempre culpa os bichinhos, não é mesmo?
Passado alguns dias, um senhor ,morador da região que esteve visitando os novos vizinhos ,falou assim:
" Vocês estão vendo aquela árvre ali?" - Referindo-se a árvore que César podou.
" É um Arueiro 'macho'."
"Ocê tem que toma cuidado com ela porque, quando a gente corta ela 'mija' na gente e dá muita coceira."
"Pra cura isso só tem um jeito..."
"Ocê tem que se banha cas foia da 'FEME' ."
=P
Obrigada Imara e César, adorei estar ai com vocês!

2 comentários:

  1. hahahahah... e como ele se curou???
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Não estando apto a identificar a "FEME" ele esperou a coceira passar sozinha, e alguns dias depois o vermelhão sumiu....ahahahah, é divertido essa inocencia do povo da roça.

    ResponderExcluir

Olá! Não seja timído , deixa um recadinho ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails